CasaNoCanada.com

Dicas: alugar, comprar ou vender

Exportação de gato!!

Passei por uma experiencia que muitos imigrantes poderão passar um dia se resolverem voltar a morar no Brasil e por isso relato aqui.

Meu filho e esposa voltaram para o Brasil há quase 1 ano porque ele recebeu uma excelente proposta de trabalho lá. Na época eles levaram apenas o cachorrinho deles e deixaram um gato pois não podiam levar dois animais no mesmo voo. Daí, como eles não poderiam vir buscá-lo logo, há pouco tempo atrás descobri que poderia enviar o gato desacompanhado como carga viva na Air Canada Cargo. Tive que levá-lo ao vet, depois ir na agencia de controle sanitario aqui do Canada, pegar um selo no Consulado Brasileiro e marcar a passagem do JJ (nome do gato). Uma vez iniciado o processo, teria 10 dias para enviá-lo senão os papéis perderiam a validade mas tudo correu tranquilo e muito bem explicado.

O problema aconteceu quando meu filho foi pegar o gato no aeroporto em SP por causa da burocracia de praxe. Teve o caso do funcionário que teria que carimbar o documento e o qual saiu 10 minutos mais cedo para almoçar e voltou 30 minutos após o horário para recomeçar. Depois veio a pior: porque meu filho havia deixado o Canada há mais de 6 meses, para retirar o proprio gato dele, teve que pagar taxa de importação !! Que coisa incrivel.

março 27, 2009 - Posted by | Assuntos Gerais, Pessoal | ,

5 Comentários »

  1. Ai.. tadinho do seu filho e do gato… me conta uma coisa, que empresa ele usou para vir com o dog? Quando eu for pro Canadá TENHO que levar a minha “filha” uma York linda… não vivo sem ela hehehehe….

    Comentário por Taty | março 27, 2009 | Responder

    • Oi Taty
      Eles viajaram pela Air Canada, voo direto de Toronto a São Paulo. Quando se leva o animal no mesmo voo que a gente é bem menos complicado. Trazer para o Canada é fácil, complicado é entrar no Brasil. Sei de outra pessoa que levou daqui a “filha” no mesmo voo que ela e ainda assim no Brasil foi uma complicação retira-la no aeroporto. Já é um sofrimento saber que nossa “filha” está numa gaiola, no compartimento de cargas por mais de 10 hs não é? Cada minuto a mais de espera para pegá-los e tirá-los daquela gaiola, dar comida e água, é uma tortura. Mas fazer o que? Um abraço, Rosa

      Comentário por rosadasilva | março 28, 2009 | Responder

  2. Que palhaçada, hein? Tanta coisa mais importante para esse povo se preocupar, tanto traficante passando desapercebido e eles vão implicar com uma porcaria dum carimbo!
    Eu evito viajar com os meus porque sei o stress que é!
    Bjs

    Comentário por jeanne | março 29, 2009 | Responder

  3. Pois é Jeanne, felizmente o gato está bem e incrivelmente reconheceu o cachorro com o qual foi criado por 1 ano mais ou menos. Os dois eram uma dupla danada de arteira quando moravam aqui em Whitby e quando o JJ (gato) chegou no apto em Porto Alegre e encontrou o Gary (cachorro), logo aceitou a companhia dele e dormiu na mesma cama. Fiquei feliz e realizada, deu um baita trabalho mas valeu a pena, ele agora está feliz. A gente faz tudo por este danadinhos né? Um beijo, Rosa

    Comentário por rosadasilva | março 29, 2009 | Responder

  4. Oi Fernanda
    Estás falando de taxa de importação? Creio que entre USA e Canadá não tenha que pagar nada mas te sugiro olhar no site da Air Canada que podes encontrar esta informação. Um abraço, Rosa

    Comentário por rosadasilva | agosto 10, 2009 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: