CasaNoCanada.com

Dicas: alugar, comprar ou vender

Processo de Cidadania Canadense

Nosso processo para obter a cidadania Canadense foi bem tranquilo. Tivemos que provar que moravamos como Residentes Permanente spor pelo menos 3 anos. Daí enviamos os formulários e esperamos uns 5 meses, quando eles mandaram um “Manual” com informações que teríamos que estudar para fazer uma prova. Eles marcaram a data da prova para uns 2 meses depois. O livreto contém informações básicas sobre a história do país, a geografia, a Industria, o sistema político,etc. Não é dificil de estudar. Tem alguns testes on line que ajudam a decorar, por exemplo http://www.yourlibrary.ca/citizenship/ 

O teste é fácil. É de multipla escolha e tens que acertar uma quantidade x de questões. Uma das prerrogativas para ser cidadão é poder se comunicar em Inglês mas tinha uma menina chineza do meu lado que não entendia as instruções que davam. Ela imitava tudo o que eu fazia, coitada, mas ela passou porque eles dão o resultado na hora.

A cerimônia é marcada para dali há algumas semanas. É como num tribunal: primeiro entra um “meirinho” que anuncia o juiz que presidirá a cerimonia: “All arise! Judge XXX is presiding the cerimony!”. Tudo é falado primeiro em Inglês e depois em Francês. Ainda bem que eles dão tudo impresso. Depois de um filme sobre o país, falando da responsabilidades de um cidadão e de uma mensagem da Governadora Geral, tivemos que prestar juramento de fidelidade à Rainha Elisabeth II da Inglaterra como nossa soberana. Me senti meio estranha mas na minha cabeça eu pensava: nossa, agora tenho um Presidente Republicano e uma Rainha, que privilégio!

Depois o Juiz pede para todos levantarem (a gente pode levar alguns convidados) para cantar o Hino Canadense (tão fácil de cantar comparando ao nosso amado Hino Nacional Brasileiro) em Inglês e Francês. Eu sei o hino em Inglês mas não sabia em Francês. Confesso que foi emocionante olhar para a Bandeira Canadense e cantar “Oh Canada, our home and native Land”. Não é a terra onde nasci mas aqui agora é meu lar e um país que aprendi a amar como ao Brasil.

Sou brasileira e amo minha Pátria Mãe a despeito dos politicos e das falcatruas e como boa escoteira sempre cantei o Hino Nacional Brasileiro com muita emoção e na verdade nem pensava em sair de lá pois achava que eu poderia fazer a diferença. Porém acabei imigrando para o Canada porque meu marido foi tranferido e sou muito grata a este país que me acolheu e onde encontrei muitas pessoas maravilhosas que me receberam de braços abertos.

Depois de cantarmos o hino, cada um é chamado pelo meirinho para receber um diploma e uma carteirinha de cidadão que é entregue pelo juiz. Muito simples e sem pompa. No final, o juiz, o qual é também um imigrante (escocês) deu as boas vindas aos novos cidadões em nome do Governo Canadense e disse algo assim no final da cerimonia: “Now you are a Canadian Citizen. Don’t forget the country where you were born but love Canada more because it’s your country now, where you chose to live”. 

O próximo passo é ir fazer o Passaporte Canadense, o “pretinho básico”. É uma maravilha para ir aos USA pois não precisa de visto americano, o Passaporte basta. Também não tem que entrar em fila para dar explicação na fronteira ou ter a bagagem revistada na frente dos outros.

Os únicos privilégios que temos agora a mais dentro do país, os quais não tinhamos como Residentes Permanentes, é o de votar e ou se candidatar a um cargo político.

dezembro 15, 2008 Posted by | Imigração, Pessoal | , , | 11 Comentários